Página Inicial     
Fale Conosco     
Quem Somos     

Definir o perfil da função é fundamental

O aquecimento da economia brasileira tem gerado novas oportunidades de trabalho aos cidadãos que sonham com o emprego formal (aquele com carteira assinada). Mas será que é fácil conseguir uma vaga com tanta gente em busca do mesmo objetivo? É por isso que conhecimento, habilidade e atitude podem ser os principais diferenciais no momento de recrutamento e seleção.

Segundo Raúl Candeloro, administrador de empresa e mestre em empreendedorismo pela Babson College, nos Estados Unidos, é preciso ter estas três ações para conseguir uma oportunidade no mercado. “Ainda assim não acredito em um único perfil de sucesso. Cada empresa deve decidir o que precisa para sua própria realidade e não copiar as demais”, afirma. Assim, atitudes básicas como iniciativa, criatividade, motivação e ética também são bem-vindas.

Quanto ao currículo, Candeloro é taxativo: o trabalhador deve procurar a especialização, apesar da polivalência também ser necessária. “Ambas são indispensáveis, mas se a polivalência, que está sendo bastante defendida hoje em dia fosse realmente tão boa assim, os médicos seriam todos clínicos gerais”, afirma. Para ele, raras vezes o especialista eficiente pode ficar sem emprego.

Qualificação

A pós-graduação foi ressaltada por Candeloro como importante, sendo um diferencial no momento da contratação, porque poucas pessoas ainda a tem. “Mostra também que o candidato está interessado e disposto a aprender, não se acomoda e investe sempre em si”, ressalta o administrador. Para ele, o aquecimento do setor empregatício no país está abrindo vagas em diversas áreas e há grande possibilidade de se inserir no mercado de trabalho.

Candeloro ainda desmistificou a necessidade de obter conhecimento em múltiplas línguas. Para ele, é preciso dominar principalmente o português. “Se a pessoa dominar uma segunda língua, excelente. Mas domine de verdade, não o 'embromation' que se vê por aí”, destaca. A verdade para o administrador é que 99% das pessoas que dizem dominar um idioma estão enganadas ou mentindo. “Muitos não sabem nem o português”, finaliza.

Como selecionar

Antes de começar o processo seletivo, é preciso definir o perfil desejado da função. Para ajudar neste momento, ele deve fazer uma pequena lista das atribuições a serem exercidas pelo profissional que será escolhido: pontue o que é essencial e o que é desejado. Dessa forma, o empregador terá mais facilidade para decidir quem vai ocupar a vaga.

Rua Joel Jorge de Melo, 608
Fone (11) 5584-8489 | CEP 04128-081 | São Paulo - SP | Desenvolvido por: Tbr Web