Página Inicial     
Fale Conosco     
Quem Somos     

Avalie os pontos fortes e fracos de sua empresa

Avalie os pontos fortes e fracos de sua empresa

“Conhece-te a ti mesmo”.

A famosa frase do filósofo Sócrates, escrita há mais de vinte séculos, continua atual e difícil de ser seguida, até os dias de hoje. É mais fácil identificar os pontos fracos das outras pessoas, e criticá-las, do que conhecer e trabalhar os nossos próprios defeitos. O mesmo acontece com as organizações. Em geral, mantemos o hábito de apontar as falhas das outras empresas, ao invés de aprimorar o conhecimento sobre o próprio negócio.

A evolução e o sucesso nos negócios requerem uma mudança de hábito, principalmente, quando o assunto é estratégia. É preciso transformar esse hábito e focar o ambiente interno da empresa, desenvolvendo um sistema de avaliação das diversas características deste ambiente. A importância da avaliação interna é comparada à de conhecer primeiro o solo para, depois, construir um edifício. Ou seja, para construir boas estratégias de prosperidade da organização é essencial conhecer os pontos fortes e fracos.

A estratégia será desenvolvida sobre os pontos fortes internos - aqueles em que somos melhores em relação aos concorrentes. Quanto aos pontos fracos, eles poderão ser encarados como oportunidades de melhoria para que planos possam ser feitos e, convenientemente, aplicados para transformá-los em pontos fortes, ou mesmo mantê-los sob controle. Após reconhecer a importância das características positivas e negativas da corporação, como pode ser feito este levantamento?

Passo a passo

Um bom início é criar uma lista do maior número possível de pontos a serem avaliados, de preferência subdividindo-os nos processos: comercial (marketing), finanças, produção e qualidade, administração, contabilidade, pessoas (RH), segurança etc. Exemplos de pontos a avaliar na área comercial: cadastro de clientes, atendimento, pós-venda, promoções etc. Na área financeira, por exemplo, são: fluxo de caixa, composição de custos, tomada de crédito, inadimplência, entre outros.

Em seguida, atribui-se uma nota, por exemplo, de 1 a 5 para cada ponto (forte ou fraco) avaliado. O ponto avaliado com nota 5, ou próxima a ela, é considerado ponto forte. Já o de menor nota como "oportunidade de melhoria". Por isso, o bom senso nessa classificação é fundamental. Cuidado com os enganos, atribuindo a maior ou a menor nota para todos os pontos!

A avaliação será mais representativa quando feita por mais de uma das pessoas-chave da organização, estabelecendo um debate para ajuste e consenso das notas. Por esse ou outro método, avaliando os pontos fortes e as oportunidades de melhoria para a SUA empresa, você a estará conhecendo em profundidade e construindo a base para se estabelecer e revisar os planos e estratégias futuras.

Rua Joel Jorge de Melo, 608
Fone (11) 5584-8489 | CEP 04128-081 | São Paulo - SP | Desenvolvido por: Tbr Web