Página Inicial     
Fale Conosco     
Quem Somos     

Supervisor I Mais motivação que fiscalização

Com este novo perfil, a empresa ganha em lucro e resultado das operações.

O cargo de supervisor é essencial para o bom funcionamento de uma empresa. Uma das funções desse profissional é administrar a disciplina e aplicar penalidades, quando houver necessidade. Mas o papel de supervisor nas organizações é relativamente novo, sendo criado durante a Revolução Industrial (século 18), quando controlava os serviços feitos pelos subordinados. Desde o início, a nomenclatura para definir o trabalho desse “super-Homem” mudou muito, sendo chamado de capataz a coordenador de área. O perfil do supervisor também modificou ao longo dos anos, criando um novo profissional.

Atualmente o supervisor (gestor), como líder, deve estimular a equipe e desenvolver a confiança dos trabalhadores com credibilidade, respeito e imparcialidade. Nas últimas décadas, o papel do supervisor mudou muito. Antes apenas "fiscalizava" as equipes, mas hoje ele precisa ainda capacitar e motivar o grupo. A mudança é fundamental para enfrentar a concorrência com criatividade e competência. A competitividade é forte, portanto os profissionais precisam ser qualificados e responder ao trabalho com responsabilidade.

Menos fiscais, mais lucros

Eliminando-se os "fiscais" na empresa há crescimento no lucro e nas operações, além de maior engajamento dos colaboradores. O supervisor dá suporte à equipe, troca informações com as outras áreas, negocia prazos e cuida da capacitação da mesma. E colocar isso tudo em prática é simples: conheça a equipe que você lidera; trate os profissionais com respeito; motive os trabalhadores de acordo com suas características individuais (cada pessoa é diferente!); diga a verdade; conquiste a confiança da equipe e cumpra o que prometeu (prometa só o que pode cumprir!).

O supervisor é importante, principalmente nas empresas que disputam espaço no competitivo mercado contemporâneo. Uma tarefa desafiadora do supervisor é obter resultados (operacionais e financeiros) positivos, mantendo colaboradores motivados e treinados. Assim, ele consegue melhorar continuamente a qualidade de produtos e serviços dentro da empresa, buscando sempre a inovação. Tudo isso faz com que o profissional tenha uma função estratégica para qualquer organização.

Comportamento é a chave do sucesso

O aumento do número de faculdades no país ampliou a quantidade de profissionais capacitados, tecnicamente, para a função. Mas, não são as competências técnicas que diferenciam um supervisor, mas as comportamentais. O ideal hoje é encontrar colaboradores com uma base técnica atrelada a uma base comportamental diferenciada.

Este perfil é o mais cobiçado pelas empresas que precisam se diferenciar no mercado, aumentando a empregabilidade. E para encontrar este profissional: quanto mais alto o nível hierárquico do funcionário, mais difícil a sua movimentação no mercado. Cabem ainda como responsabilidades do supervisor: ordenar instruções, ser responsável pelo resultado do trabalho e determinar ações aos subordinados.

Outro papel do supervisor é agir como intermediário entre os colaboradores e a organização da empresa. Ele também deve garantir o treinamento adequado, ambiente de trabalho seguro e respeito aos direitos humanos para todos os subordinados.

Rua Joel Jorge de Melo, 608
Fone (11) 5584-8489 | CEP 04128-081 | São Paulo - SP | Desenvolvido por: Tbr Web