Página Inicial     
Fale Conosco     
Quem Somos     

Resultados | Vencendo desafios nos negócios

"A situação não está fácil para ninguém!" - tão comum e presente nos dias atuais, este jargão é utilizado com freqüência quando empresários, dos mais diversos segmentos, encontram-se para discutir o desempenho de seus negócios. Com raras exceções, há quem contrarie este entendimento.

As transformações ocorridas nos últimos anos, em praticamente todos os aspectos que envolvem as empresas e nossas vidas, estão nos levando diariamente a este cenário.

Você pode até não gostar das mudanças e de suas dinâmicas, mas desconsiderá-las pode ser fatal.

Todas as empresas têm seus desafios. A diferença é apenas no conteúdo e no tamanho, que pode ser maior num segmento do que em outro, em função da influência, isolada ou combinada, que as variáveis tecnológicas, políticas, econômicas, legais, sociais, demográficas e ecológicas exercem sobre ela em seu ambiente.

É por isso que você precisa ter sempre em mente que sua empresa hoje não será a mesma amanhã e, também, avaliar constantemente o ambiente que a envolve. Não limite a preocupar-se apenas com o que acontece dentro dela. Tenha visões micro e macro, com focos interno e externo. Observe e muito bem tudo o que acontece com ela. Não deixe sua empresa isolada, desligada do mundo.

Você como empresário ou gestor de uma empresa, de um negócio, precisa estar muito motivado a buscar sempre os melhores resultados e, mesmo em condições adversas, manter um ânimo e prazer pelo trabalho que faz. Momentos críticos exigem "pulso forte" de quem está liderando.

Se sua empresa está passando por momentos de dificuldade, saiba que o retorno ao lucro e à expansão é, ainda, possível. Basta, entretanto, que você tome as rédeas do negócio e implemente ações planejadas e integradas hoje para trocar o "vermelho" pelo "azul". O resultado pode até não ser imediato, mas suas sementes precisam ser plantadas.

Ao identificar-se com esta situação, não perca mais tempo e comece a trabalhar agora mesmo. O futuro de sua empresa depende de você!

Saiba também que esta empreitada vai exigir-lhe muito e, por conta disto, lembre-se de que, sozinho, você não vai chegar a lugar algum. Envolva todos da empresa nestas ações. As pessoas são mais comprometidas naquilo que ajudaram a construir.

A estrutura dos negócios hoje deixa bem claro que qualquer empresa, independente de seu porte, nem sempre vai dispor dos recursos de que precisa. Esta é a empresa do novo tempo: quando não faltar recursos financeiros, por exemplo, poderá faltar recursos físicos, materiais, humanos ou mercadológicos. Caberá, numa situação destas, flexibilidade e criatividade - aliás, muita criatividade, para saber fazer cada vez mais com menos.

Analise a situação da empresa hoje através da preparação de um diagnóstico. Não se esqueça, inclusive, de refletir sobre o mercado.

Se os problemas identificados concentrarem-se na gestão financeira, reveja todos os custos e despesas que tem, sendo rigoroso com eles. Certamente encontrará "gorduras", muitas vezes desnecessárias, a serem cortadas.

Tome, porém, muito cuidado com estes gastos: alguns deles, principalmente aqueles que valorizam os clientes e são notados por eles, devem ser conservados. Afinal, tudo o que é gasto com clientes não pode ser considerado custo ou despesa, mas, sim, investimento. Tenha isto claramente definido, principalmente por saber que a empresa poderá gastar bem mais para conquistar um cliente novo do que manter um cliente ativo.

Avalie as possibilidades até mesmo de reduzir a margem de lucro, que, certamente, nos dias de hoje já não deve ser tão grande como se esperava. Muitas vezes, isto é preciso ser feito para assegurar o giro do estoque e níveis mínimos de venda.

As demissões de funcionários devem ser colocadas em segundo plano. Antes de demitir, procure realocar as pessoas para outras áreas da empresa. Você poderá encontrar nos mesmos funcionários ótimas habilidades e competências, com condições de serem melhor aproveitados. Numa época em que quase tudo pode ser copiado, as pessoas farão a diferença. Portanto, descubra uma segunda função administrativa para cada um de seus funcionários operar nestes momentos.

Em qualquer hipótese, continue trabalhando com o objetivo de jamais deixar de atender um cliente. Sua empresa não pode criar situações que o levem a buscar nos concorrentes o que você já oferece.

Evite entrar na briga por preços menores, principalmente quando não tiver uma apuração exata de seus custos. Conheça primeiramente os seus limites ao adotar uma medida relacionada a preço. Muitas vezes, você pode estar perdendo e nem deu conta disto. Neste caso, opte pela alternativa de agregar valor nos produtos e serviços oferecidos.

Tenha bem definido que sua função é transformar ameaças em oportunidades. Na maioria das vezes, a tarefa pode não ser fácil, mas precisa ser feita. No caso de dúvida, lembre-se de que os chineses representam a palavra "crise" com dois ideogramas conjugados: "riscos potenciais" e "oportunidades escondidas". Escolha o que melhor lhe servir.

Rua Joel Jorge de Melo, 608
Fone (11) 5584-8489 | CEP 04128-081 | São Paulo - SP | Desenvolvido por: Tbr Web