Página Inicial     
Fale Conosco     
Quem Somos     

As cores da sua empresa | O emprego delas exige tradução da alma do negócio

Dentre os diversos fatores de Marketing que exercem influência no comportamento do consumidor e no relacionamento que a empresa mantém com ele, a cor é um elemento que merece destaque.

Quando se trabalha na gestão de um negócio, deve-se pensar em tudo, principalmente nos detalhes. Nos dias de hoje, tão mais importante do que prestar bons serviços e oferecer produtos com qualidade, agregando valor e oferecendo um atendimento diferenciado, é preciso pensar, de forma estratégica, na atmosfera do negócio; ou seja, em sua alma, nos aspectos intangíveis proporcionados. Os relacionamentos devem, pois, criar experiências satisfatórias.

As cores, certamente, constituem um elemento-chave nesse processo, uma vez que o emprego delas exige tradução da alma do negócio, do que ele exatamente representa e do posicionamento que se busca criar na mente das pessoas, particularmente entre os clientes.

Pense desta forma: se uma empresa atua na área de alimentação, dos fatores que seus clientes consideram importantes, os destaques recaem à higiene. Você concorda com isto, dentro de um princípio lógico? Pois bem: e qual cor é representativa de higiene? A branca. Portanto, teoricamente, este restaurante, por exemplo, precisa trabalhar com a cor branca ou outra, clara, que traduza, na prática, uma imagem de higiene e de limpeza.

Outro exemplo: se uma empresa quer oferecer o item “segurança” em seus serviços, quais as cores mais adequadas para traduzir este benefício? A cor branca novamente é uma delas e, a segunda, a cor azul, num tom mais suave. Uma empresa aérea precisa oferecer segurança em seus serviços? Claro! Pois pense, agora, nas empresas que oferecem tais serviços e quais são as cores que elas utilizam. Observe como há uma justificativa para tudo.

Agora pense nos benefícios que os clientes esperam que sua empresa ofereça; pense também na imagem que eles têm da empresa e nas características que você deseja que eles identifiquem. Trabalhe com a percepção do cliente, colocando-se na condição dele ou ouvindo-o pessoalmente, se for possível.

Feito isto, identifique as cores que traduzem, na prática, tais combinações. Para facilitar este exercício, procure as referências em algumas das características de cada uma das cores:

Amarelo: traduz prosperidade, purificação e luminosidade, provocando um estado de ânimo impreciso; dispersa a atenção e não é indutor de uma ação de resolução; pode estimular o raciocínio; o amarelo é a primeira cor percebida pelo olho humano e traz alegria e calor;

▪ Azul: tem função de calmante e, em alguns casos, substitui o verde, fazendo referência ao meio-ambiente; é relaxante e agradável, com grande utilidade para combater a ansiedade e os preços muito elevados; traduz paz e serenidade; simboliza a fidelidade e a harmonia;

▪ Branco: representa paz, pureza, felicidade, misticismo e higiene; abre a consciência para o infinito;

▪ Cinza: adequado para casos onde não se deseja chamar a atenção; representa até, em alguns casos, falta de higiene;

▪ Laranja: identifica saúde e força;

▪ Lilás: representa a sorte e transforma as energias negativas em positivas;

▪ Preto: transmite a sensação de algo absoluto e definitivo;

▪ Rosa: pode ser utilizado em áreas de atendimento e reclamações do consumidor; traduz realeza e poder, autoridade e sabedoria; representa amor, harmonia e esperança;

▪ Verde: inspira repouso, simpatia, cordialidade e equilíbrio; representa vida e esperança, saúde, bem-estar e estabilidade;

▪ Vermelho: ligado à paixão, amor, coragem, perigo, guerra e fogo, faz referência, também, a algo quente, saboroso e rápido; ideal para chamar a atenção; tem aplicações adequadas no setor de alimentação; traduz energia, força física e vitalidade; desperta a vontade e precisão nos resultados;

▪ Violeta: predispõe o ânimo para a tristeza e reflexão.

Se no exercício anterior foi identificado que, na prática, você está sintonizado com os resultados apurados, parabéns! Do contrário, é melhor começar a rever o uso que faz das cores na sua empresa, pois há um distanciamento entre as cores que você utiliza e aquelas que, efetivamente, seriam as mais adequadas para representar o propósito do seu negócio. É preciso pensar com seriedade nisto!

Muito embora a aplicação das cores tenha um resultado prático para empresas que operam no varejo, onde o ato de comprar precisa ser capaz de provocar sensações e experiência nos consumidores há um grande espaço para a utilização de estratégias cromáticas em outros setores do mercado, até mesmo no ambiente interno das empresas, com benefícios aos funcionários.

O uso adequado das cores no seu negócio colabora, e muito, para a construção de uma imagem competitiva; o uso inadequado pode, até, levar ao fracasso, dentro de outras dimensões de estudo. A estratégia cromática pode ser um fator de criação de vantagem competitiva, quando bem utilizada dentro das associações aqui recomendadas.

Rua Joel Jorge de Melo, 608
Fone (11) 5584-8489 | CEP 04128-081 | São Paulo - SP | Desenvolvido por: Tbr Web